HomeTendências Marketing DigitalE-Commerce é mais do que uma loja online

E-Commerce é mais do que uma loja online

SMARTBLOG

smartlinks

 

Paulo Lino – Account Manager

 

 

A década digital é dominada pela explosão da utilização da internet. Os consumidores podem de forma cómoda e imediata comprar online produtos e serviços. Uma agência marketing digital pode ajudá-lo a implementar uma boa estratégia de e-commerce.

Em 2018, segundo um estudo do Banco de Portugal, apesar do número de transações e do volume das compras online ser ainda baixo, tem-se registado uma tendência positiva. Este é um indicador otimista e mostra-nos que há potencial para mais. Inevitavelmente apresentamos algumas sugestões a colocar em prática, por forma a ser bem-sucedido na área do e-commerce. Primeiro que tudo, consciencialize-se que: o e-commerce é muito mais do que uma loja online.

Um dos maiores equívocos é reduzir o e-commerce a uma simples loja online, quando na verdade, é muito mais do que isso. Verifique seis áreas vitais para ser bem-sucedido:

Segmentação do público: é importante ter presente, que o seu público-alvo online pode ser igual ou distinto do público da sua loja física. Comece por perceber quem é o seu público-alvo, segmente os seus clientes online e defina personas. Por forma a direcionar toda a sua comunicação e ações de marketing de forma eficiente para o público correto, e desta forma, gerar conversões (compras). Uma forma de conhecer o seu público-alvo online é através de cookies.

Apostar no conteúdo: uma boa estratégia de marketing de conteúdo é imprescindível. Deve disponibilizar diversos conteúdos e informações sobre os seus produtos ou serviços. Os conteúdos podem alavancar o e-commerce, induzem a mais visitas uma vez que contribuem para uma boa performance de SEO. Deve disponibilizar o máximo de detalhes sobre o item, reviews, recomendações, imagens e até vídeos. Quantos mais dados disponibilizar, mais confiante o consumidor se sentirá e mais facilmente compra.

Técnicas de UX: uma boa experiência de navegação é meio caminho percorrido para a compra. Selecione uma boa plataforma tecnológica para desenvolver a sua loja online, aposte na arquitetura de informação, no design, na capacidade de resposta e velocidade de navegação, na segurança de dados, conceba a sua loja online a pensar na experiência do utilizador.

Apostar no remarketing: esta é uma das ferramentas mais eficientes, uma vez que permite identificar os utilizadores que visitaram a sua loja online e exibir anúncios da sua marca, funciona como um reminder. Através do remarketing, o consumidor passa a ser exposto a sucessivos anúncios, que tem por objetivo conduzi-lo à loja online e ao fecho da compra. Estas ações são possíveis através da instalação de cookies.

Meios de pagamento democráticos: muitos carrinhos são abandonados na altura de pagar, esta questão prende-se com os meios de pagamento disponíveis. Nesta matéria, seja o mais democrático possível, disponibilize diversos meios de pagamento e verá as suas vendas a aumentarem.

Métricas de e-commerce: chegamos a um dos pontos mais importantes. Aproveite as métricas de e-commerce para aperfeiçoar cada vez mais a sua estratégia online – analise o tráfego do site, número de visitantes, visitantes únicos vs visitantes recorrentes, o seu comportamento de compra e trajetória dentro da loja online, descubra fontes de tráfego, motivos que levam à não conversão (à compra). A informação proveniente destas métricas são uma excelente forma de identificar oportunidades, aproveite-as para conhecer melhor o seu target e para vender mais.

Já tem alguns conhecimentos de e-commerce para colocar em prática? Desejamos-lhe boas vendas! Ou então, se for o caso, seja “smart”, aproveite o embalo e fale com um especialista de e-commerce da agência de marketing digital.

Partilhar:

Comentários(0)

Deixe um Comentário

Siga-nos