HomeWeb DesignDicionário do WordPress

Dicionário do WordPress

SMARTBLOG

Tal como a maioria dos sistemas de gestão de conteúdos utilizados hoje em dia em agência web, o WordPress tem a sua própria linguagem. E o que é o WordPress? Originalmente, foi criado como sendo um software de blogue e era, essencialmente utilizado de forma pessoal, refletindo as opiniões e os interesses de cada proprietário. Hoje, os blogues são ferramentas importantes no mundo das notícias, negócios, política e entretenimento, visto que é online que a maioria das pessoas se alimenta de novas informações.

Os blogues são também uma forma de CMS (Content Management System) que, por definição, é um “sistema usado para organizar e facilitar a criação de conteúdo”. Numa agência Web, é comum usar bloguess e CMS como base para os websites e, mais recentemente, à medida que o papel do WordPress se expandiu, começou a ser cada vez mais uma preferência das empresas para criar o seu próprio site.

O termo Word em WordPress refere-se às palavras usadas para compor posts. Para facilitar o processo de publicação de mensagens, o WordPress fornece uma ferramenta de autoria completa com módulos que podem ser movidos, por meio de arrastar e soltar, para atender às necessidades não só de autores de blogues, como também à agência web que gere o conteúdo de clientes. O módulo Dashboard QuickPress facilita a escrita rápida e a publicação de posts. É mesmo fácil, não há desculpa para não usar.

Outra componente essencial num blog são as imagens, sons e filmes, de outra forma conhecidos como media. O WordPress facilita a vida da agência web com um método fácil de usar para inserir media diretamente nos artigos, um método para carregar imagens, que podem ser posteriormente anexadas e um Media Manager.

Além das categorias, termos ou palavras-chave, há uma outra ferramenta que deve conhecer se quer trabalhar como numa agência web, são as tags. As tags podem ser atribuídas a cada publicação e atuam como outra ferramenta de navegação, mas não são de natureza hierárquica. As duas categorias e as tags fazem parte de um sistema chamado taxonomia. Se categorias e tags não são suficientes, os utilizadores também podem criar taxonomias personalizadas que permitem uma identificação mais específica de publicações ou páginas ou tipos de posts personalizados.

Por sua vez, as categorias das publicações e as tags são dois dos elementos dos meta-dados. Os meta-dados referem-se às informações associadas a cada publicação e incluem o nome do autor e a data do post, bem como as categorias. Post meta data também se refere a campos personalizados onde pode atribuir palavras ou palavras-chave específicas, que podem descrever posts.

Sempre achou complicado o trabalho em agência web? Como pode imaginar, é muito mais fácil do que imagina por o WordPress vem facilitar bastante a tarefa de todos os produtores de conteúdo. Agora que já tem as bases necessárias para começar a trabalhar neste software. Aventure-se na produção e gestão de conteúdos de qualidade.

Partilhar:
    Publicado em: Web Design  

Comentários(0)

Deixe um Comentário

Siga-nos